fbpx

Pandemia: tempo de começos e recomeços

Nesta segunda, foi realizada a formação dos colaboradores do Instituto Providência, para planejamentos e acolhida da equipe que retornou da suspensão. Como forma de marcar este momento, foi pedido a cada colaborador que enviasse uma frase que fosse importante na vida de cada um, em seguida, a Vice-diretora Teresinha Corato reuniu todas e compôs este lindo texto.

PANDEMIA: TEMPO DE COMEÇOS E RECOMEÇOS

Foram solicitadas frases aos colaboradores e, com elas, organizou-se este texto de acolhida da Equipe de Colaboradores, no retorno da suspensão.

Somos uma equipe diferenciada! Nossos braços se tornaram como elástico e, mesmo distantes, permanecemos unidos que nenhuma pandemia vai conseguir nos separar, continuamos firmes e fortes.

Estamos nos encontrando após um longo período de idas e vindas, de saudades, de abraços virtuais, de contatos online. Esta é a realidade que perpassa o mundo, o país, o Estado, o Município, as famílias, o trabalho e os amigos. Isto nos limitou muitas vezes, que o nosso olhar ficou restrito apenas por uma janela. Recebíamos muitas informações, tudo estava contaminado.

E assim, entramos numa Nova Era! Era do álcool gel, do uso de máscaras, da higienização de roupas, de objetos, de móveis, enfim de tudo que seria possível desinfetar.

Encontramos sim, muitas dificuldades, mas, “DIFICULDADES PREPARAM PESSOAS COMUNS PARA DESTINOS EXTRAORDINÁRIOS” (C.S. Lewis)

Nossa equipe é muito criativa, e descobrimos de que “SORRIR É A MELHOR FORMA DE CAPTAR ENERGIAS POSITIVAS NAS PESSOAS.”

E o nosso cérebro assumiu o comando, era a saudade que tomava conta, o contato físico que nos inquietava, a falta das rodas de conversas, mas alguém disse: “SAUDADE É O AMOR QUE FICA.” E tudo encontrou seu lugar em nosso interior…

Pensando assim, podemos refletir neste escrito “NÃO CRIE LIMITES PARA SI MESMO.” (Mary KayAsh).

E neste tempo de COVID-19 sentimos que “A FELICIDADE NÃO ESTÁ EM FAZER O QUE A GENTE QUER, E SIM QUERER O QUE A GENTE FAZ.” (Jean Paul Sartre)

Então, pensávamos que seria um: até breve! Mas Santo Agostinho nos lembra: “MESMO QUE JÁ TENHAS FEITO UMA LONGA CAMINHADA, HÁ SEMPRE UM NOVO CAMINHO A FAZER.”

            William Shakespeare reforça “O AMOR NÃO SE VÊ COM OS OLHOS, MAS SIM COM O CORAÇÃO.” A equipe do Providência se identifica nisto!

Aprendemos que “SER GRATO É SEMPRE UM BOM GUIA PARA QUE AS CRIANÇAS SEJAM AGRADECIDAS.”

            E Bárbara Maix afirma “MOSTREMOS COM NOSSO EXEMPLO, AQUILO QUE COM PALAVRAS ENSINAMOS.”

 

           

Neste tempo de isolamento, interiorizamos sociologia, economia, psicologia, artes, gastronomia até filosofia e o autor C.S.Lewis diz: “SEJA ESTRANHO. SEJA ALEATÓRIO. SEJA QUEM VOCÊ É. PORQUE NUNCA SE SABE QUEM AMARIA A PESSOA QUE VOCÊ ESCONDE.”

            E Antoine de Saint-Exupery afirma “O ESSENCIAL É INVISÍVEL AOS OLHOS.”

            As informações foram espalhadas com muita rapidez que até encontramos dificuldade de filtrar o essencial, mas, uma escritora reforça: “VOCÊ NÃO PODE CONTROLAR TODOS OS EVENTOS QUE ACONTECEM COM VOCÊ, MAS PODE ESCOLHER NÃO SER REDUZIDO POR ELES.” (Maya Angelou)

            E o tempo passava, e ouvíamos continuamente, “se puder fique em casa” pois, a luta continua. O nosso dia a dia seguia assim “LUTE COM DETERMINAÇÃO, ABRACE A VIDA COM PAIXÃO, PERCA COM CLASSE E VENÇA COM OUSADIA, PORQUE O MUNDO PERTENCE A QUEM SE ATREVE, E A VIDA É MUITO PARA SER INSIGNIFICANTE.” (Augusto Branco)

            Em meio a tudo isto, sentimos o nosso coração sendo acalentado: “E DEUS CONTINUA SUSSURANDO: NÃO DESISTA, O MELHOR AINDA ESTÁ POR VIR.” (Caio Fernando Abreu)

            E mais uma boa afirmação de que “SER LUZ, NÃO É SOBRE BRILHAR E SIM, SOBRE ILUMINAR CAMINHOS.”

            Tivemos que nos transformar pois, “SÓ FAZ SENTIDO O QUE TE FAZ SENTIR.”

            Neste período teve até um lema: “isso vai passar”, e o profeta Isaías nos conforta: “NÃO TEMAS, PORQUE EU SOU CONTIGO; NÃO TE ASSOMBRES, PORQUE EU SOU TEU DEUS; EU TE FORTALEÇO, E TE AJUDO, E TE SUSTENTO COM A DESTRA DA MINHA JUSTIÇA.” (Isaias 41,10)

            Depois de um caminho assombroso percebemos que: “FELICIDADE: CAMINHO QUE SE ANDA, E NÃO LUGAR ONDE SE CHEGA.”

            Muitas músicas criadas, muitos instrumentos tocados, mas para harmonia da vida foi necessário afinar nossas vozes como equipe “VIVER É AFINAR O INSTRUMENTO… DE DENTRO PRA FORA. DE FORA PRA DENTRO.” (Leila Pinheiro)

            Passamos as estações do outono, inverno e chegamos na primavera,  e a pandemia nos acompanhando, o autor Pablo Neruda diz: “DEIXA A VIDA FAZER COM VOCÊ O QUE A PRIMAVERA FAZ COM AS FLORES.”

            Refletindo com Dom Helder Câmara que “ANTES DE RECLAMARES DA ESCURIDÃO, PERCEBAS, QUANTA LUZ ESTÁ ACENDENDO.” 

            Nosso atendimento foi interrompido bruscamente neste período. Crianças, adolescentes e famílias ficaram mais ainda vulneráveis e, na medida do possível, mantivemos o contato pelo WhatsApp, telefone, entrega de alimentos e roupas e descobrimos que “APROXIMAR-SE SIGNIFICA TORNAR-SE VULNERÁVEL.”

            Experienciamos um tempo de muita gratidão com a equipe de colaboradores, familiares, usuários, parceiros e até pessoas desconhecidas. Ela nos revelou que “A GRATIDÃO É A VIRTUDE DAS ALMAS NOBRES.”

            Transformação, foi uma palavra que nos acompanhou neste distanciamento, porém  a “TRANSFORMAÇÃO É UMA PORTA QUE SÓ  SE ABRE POR DENTRO.”

            Muitas lições aprendemos, e mais uma delas é “APRENDI QUE, DE NADA SERVE SER LUZ SE NÃO ILUMINAR O CAMINHO DOS DEMAIS.”

            Como é bom quando podemos espalhar o bem. E a quarentena foi ideal para isso, e desta vez foi diferente a equipe precisou se retomar, se ressignificar e alargar mais o espaço interior: “ANDO ME ESPALHANDO DENTRO DE MIM.”

            Inseguranças, incertezas, medos, dúvidas, a equipe estava mais vulnerável, tentando viver um dia após o outro.  Mas um pensamento certeiro nos atinge quando Jesus disse: “EU ESTAREI SEMPRE CONTIGO.”

            E recebemos mais um afago de Deus Pai quando ele afirma “SOIS TEMPLO DE DEUS E O ESPÍRITO DE DEUS MORA EM VÓS.” (1Corintios 3,16)

            De março a outubro, período de casulo, de mutação que a equipe passou e Rubem Alves escreveu “NÃO HAVERÁ BORBOLETAS SE A VIDA NÃO PASSAR POR LONGAS E SILENCIOSAS METAMORFOSES.” E hoje vemos revoadas de borboletas no Instituto Providência!

Aprendemos que precisamos ser como o sol que brilha, porém, fazer o bem sem aplausos “NÃO FIQUE TRISTE QUANDO NINGUÉM NOTAR O QUE FEZ DE BOM. AFINAL, O SOL FAZ UM ENORME ESPETÁCULO AO NASCER, E MESMO ASSIM, A MAIORIA DE NÓS CONTINUA DORMINDO.”

A nossa missão com o ser humano ainda não terminou, logo teremos as crianças, adolescentes e precisamos continuar usando máscara, álcool gel, mantendo o distanciamento. Então, cultivamos em nosso coração: “NA VERDADE A PREOCUPAÇÃO FUNDAMENTAL, BÁSICA E PRIMORDIAL DE TODO O SER HUMANO É COM O MUNDO E AS PESSOAS, UM TRABALHO A SER FEITO, UMA OBRA A SER TERMINADA, UM SENTIDO E UMA MISSÃO NA VIDA, ENFIM, QUE ESTÃO A ESPERA DE SEREM TRANSFORMADOS NUMA REALIDADE CONCRETA POR DETERMINADA PESSOA E SOMENTE POR ELA. AGORA! QUEM MAIS SENÃO ELA!” (Viktor Frankl)

 

Agradecemos a dedicação de toda a equipe, que com muita disponibilidade e empenho tiveram um papel fundamental para que todas as famílias fossem atendidas com muito carinho e sensibilidade.

Doe Cuidado: campanha para arrecadar materiais pedagógicos
Instituto Providência doará 500 máscaras para crianças e adolescentes
Menu