fbpx

História do amparo durante o Brechó Solidário do nosso Educandário

Você viu em nossas publicações que realizamos um Brechó Solidário, uma ação solidária de cuidado para as famílias atendidas pela nossa instituição. Durante o brechó, uma situação nos chamou muito a nossa  atenção, a ponto de fazer refletir: o que mais você precisa? Eu posso ajudar? O fato aconteceu no dia 17 de junho, numa manhã bem fria no bairro do Belenzinho/SP.

Nosso brechó estava aberto. Atendíamos normalmente as pessoas que estavam do Educandário, escolhendo e recebendo as roupas doadas. De repente, um homem entrou pátio. Logo vimos que ele não fazia parte do grupo atendido em nossa instituição. Ele observou as roupas expostas, e quando chegou próximo ao bebedouro das crianças, pôs-se a chorar. Chorava muito. Não tivemos outra atitude a não ser a de acolhê-lo como um irmão nosso.

O Coordenador Pedagógico, Fernando, e a nossa auxiliar, Nilda, aproximaram-se e perguntaram o que havia ocorrido. Entre as lágrimas e soluços, respondeu:

– Hoje eu não quero roupa, eu só quero uma prece, pois eu estou sem paz. Devido a essa Pandemia, a discórdia tomou conta do meu lar. Então, por favor, rezem um Pai Nosso por mim.

Madre Bárbara Maix, fundadora da Congregação, certa vez escreveu: “Deixai tudo tranquilamente nas mãos de Deus” e, como ela fez em vida, acolhemos e rezamos a oração que Jesus nos ensinou, na qual chamando a Deus de Pai, reconhecemos que somos todos irmãos. Devemos amparar uns aos outros.

Depois, ele levantou-se, agradeceu e foi embora. O que ele desejava era vestir-se de mais amor e sentir-se próximo de Deus. Percebemos a esperança tomando conta de seu olhar.

Isso fez-nos recordar também da Campanha da Fraternidade em seu lema: “viu, sentiu compaixão e cuidou dele”.

O que mais você precisa? Eu posso ajudar? Você pode ajudar?

Nossos colaboradores puseram-se a rezar por aquele  homem, por sua família e suas dificuldades. Rezamos por mais esperança e alegria. Rezamos por sua superação!

Atividade: Sacolas Literárias
A Bondade como aliada em tempos difíceis
Menu