fbpx

O olhar para o socioemocional de nossas crianças

O espaço escolar tem um papel importantíssimo no ensino e aprendizagem das competências socioemocionais. Essa abordagem evidencia a necessidade de entender o processo educacional de forma ampla e integral. Pensando assim e com a convicção de que é através do brincar que se acessa os conteúdos internos de uma criança, foi elaborado um projeto para o trabalho das competências Socioemocionais, pois sabe-se que as crianças não expressam seus sentimentos e emoções como fazem os adultos, elas verbalizam menos e tem outras formas de comunicações. Por esse motivo, o ensino destas competências para elas deve ser realizado de forma lúdica, criativa e interativa.

No Colégio Madre Bárbara, foram criados ambientes (presencial e online) que possibilitam que as crianças falem sobre os seus sentimentos, para que elas possam aprender a identificar as emoções, tanto em si próprias como em outras pessoas, além de poder expressá-los de forma adequada para saber administrá-los adequadamente. O Serviço de Orientação Educacional, juntamente com a Coordenação Pedagógica e Professoras, planejou diversas atividades com estes objetivos, vinculando os personagens da “Turma do Amoreco”, criados pela Psicóloga Paula Campos, com objetivo de envolvimento e equilíbrio emocional, através da forma lúdica.

Foram realizadas no período online, encontros com materiais visuais, jogos online e intermediações da orientadora educacional, Anice M. Nunes, para a abordagem das emoções básicas e como identifica-las. Realizou-se ainda, jogos de cartas, boliches, desenhos, músicas…e recentemente um encontro presencial, no retorno às aulas presencias, com a elaboração da receita de felicidade.

“Ao lidarmos com as emoções de maneira adequada, desenvolvemos a inteligência emocional, que é tão importante quanto os outros tipos de inteligência. Precisamos preparar nossas crianças para enfrentar os desafios do século XXI, e estamos constantemente nos desafiando e promovendo aprendizagens com muita alegria, encantamento e diversão a cada encontro”, diz Anice.

Semana da Criança – Educação Infantil
Bate-papo com escritores
Menu